enescapt
Barcelona
Barcelona
Portugal
Madrid
(+34) 937 861 454 Mon - Fri 09:00 - 17:00 Carrer Major, 40 - 08221 Terrassa (Barcelona)
+351 969 168 879 Mon - Fri 09:00 - 17:00
(+34) 912 846 945 Mon - Fri 09:00 - 17:00 Avda. de la Fuente Nueva, 12A - 28703 San Sebastián de los Reyes (Madrid)

Inspecções

Inspecciones

Inspecções

Numa infraestrutura protegida, durante a fase de operação, as inspecções são a principal ferramenta para o conhecimento do estado da sua integridade. Os dados obtidos ajudam-nos a calcular a vida útil restante da instalação, garantir que esta pode trabalhar de forma segura com os actuais parâmetros de operação, actualizar planos de inspecção, manutenção e reparação.

Procainsa é uma empresa especializada em técnicas de inspecção para infraestruturas protegidas, especialmente tubagens enterradas.

As nossas técnicas incluem:

• Protecção catódica
• Estudos de correntes vagabundas
• Direct Current Voltage Gradient (DCVG)
• Close Interval Potential Survey (CIPS)
• DCVG + CIPS
• Alternating current voltage gradient (ACVG)
• External Corrosion Direct Assessment (ECDA)
• Resistividade do terreno
• Análise de pH
• Localização de tubagens
• Estudos de revestimento (profundidade)

Direct Current Voltage Gradient (DCVG)

A inspecção de revestimento mediante a técnica DCVG (Direct Current Voltage Gradient) é a mais precisa para localizar falhas de revestimento e paralelamente auditar a eficácia do sistema de Protecção Catódica instalado.

Esta técnica utiliza um impulso de corrente contínua gerado mediante um interruptor de corrente. O fluxo de corrente através do solo provoca um gradiente de tensão em redor dos defeitos no revestimento. Estes detectam-se utilizando dois eléctrodos de contacto à terra que permitem medi-lo utilizando um voltímetro específico. Este sistema permite avaliar a importância eléctrica dos defeitos encontrados.

Os técnicos da Procainsa SA registam as medidas e geo-localizam os defeitos mediante um sistema GPS. Defeitos com a maior percentagem de IR serão qualificados como os mais severos. A seguinte tabela mostra as 4 categorias de defeitos.

Close Interval Potential Survey (CIPS)

A técnica consiste em tomar potenciais de ciclos on/off em intervalos regulares do sistema de Protecção Catódica sobre o traçado da tubagem.

Esta inspecção é utilizada para avaliar a eficácia do sistema de protecção catódica nas tubagens enterradas.
Esta técnica também nos pode permitir localizar zonas afectadas por falhas de revestimento e correntes vagabundas.

DCVG + CIPS

A Procainsa SA combina ambas as inspecções para reconhecer a severidade do defeito de revestimento, assim como certificar o seu comportamento anódico ou catódico.

Mediante a técnica DCVG, localizamos e conhecemos a severidade eléctrica da falha de revestimento, que se expressará em percentagem de gradiente de voltagem (%IR). Também se caracteriza o comportamento eléctrico do defeito, observando se recebe corrente de protecção (comportamento catódico ou de protecção), ou emite corrente para o terreno (comportamento anódico ou de corrosão).

Onde se tenha detectado um defeito de revestimento aplica-se a técnica CIPS para determinar potenciais on/off na tubagem, e medem-se potenciais on/off em troços de 20 m, cada metro, 10 m a montante e 10 m a jusante da posição do epicentro do defeito, ou defeitos, detectados.

A opção de combinar ambas técnicas de inspecção permite-nos conhecer com detalhe tanto a caracterização eléctrica do defeito como a idoneidade da Protecção Catódica sobre ele. Isso permite obter informação suficiente para estabelecer estratégias de rehabilitação se for o caso.

A informação detalhada fornecida pela tecnologia DCVG, quando se analisa conjuntamente com outra informação, tal como potenciais on/off obtidos com CIPS, resistividade do terreno, pH, presença de correntes erráticas ou vagabundas, etc., permite prever os requisitos de rehabilitação da tubagem, dando prioridade desta forma às reparações da forma mais eficaz e económica.

External Corrosion Direct Assessment (ECDA)

Este processo pode ser utilizado como alternativa à inspecção mediante smart pig ou naquelas tubagens que não podem ser inspeccionadas com o smart pig, já que não são pigáveis, ou por problemas operativos.

O processo ECDA está dividido em 4 passos:

• Fase inicial – Estudo inicial dos dados históricos e actuais da tubagem: dados de projecto, construção e colocação em serviço, variáveis de operação, resultados de manutenção e inspecções, onde podemos saber se a ECDA é praticável, definir diferentes áreas de aplicação da ECDA, assim como as técnicas de inspecção a utilizar.

• Inspecções indirectas – Durante esta fase realizam-se as inspecções sobre o traçado da tubagem. Deverão ser utilizadas duas ou mais técnicas de inspecção.

• Inspecção directa – Estudam-se os dados obtidos na fase anterior, para selecção dos pontos de escavação. Os dados da inspecção directa serão combinados com os da fase anterior. Avaliam-se os defeitos de revestimento, corrosões e comprova-se o rendimento dos sistemas contra a corrosão externa.

• Avaliação Final – Análise final dos dados das 3 fases anteriores e determinar a frequência da aplicação deste método.

DCVG Inspecções
Equipo de Inspección
Corrosión de una tubería

Produtos e Serviços

Protección Catódica -Procainsa

A protecção catódica é um método activo contra a corrosão de uma estrutura metálica enterrada ou submersa.

Gestión de la Integridad

Principal ferramenta para o conhecimento do estado da integridade da tubagem. Somos especialistas em técnicas de inspecção de tubagens enterradas.

Inspecciones

A Procainsa combina experiência em operação e inspecções em campo, assim como na gestão de dados para garantir um funcionamento seguro das tubagens.

Sistemas de Puesta a Tierra

Ligações à terra mediante placas-estrela, lanças-eléctrodos, fazem que estes sistemas de redes de terra sejam de alta fiabilidade.

Rayo

A forma mais segura, até à data, de protecção contra o impacto directo do raio, consiste na sua captação, derivação e dissipação à terra.

Formación

Todos os nossos cursos têm como princípio “Aprender fazendo”, tendo una alta componente prática nas instalações do cliente.